Rebranding? Socorro!

HomeFood-se TrendsRebranding? Socorro!

Rebranding? Socorro!

Por apego, por insegurança ou por desatenção, é muito comum a resistência a mudanças. E, muitas vezes, elas, as mudanças, são indispensáveis para se pensar em branding.

Tanaka Tatsuya

Rebranding é refazer seu branding. Limpar o que não ajuda, colocar holofote no que faz sentido, dar ênfase ao que é mais relevante naquela comunicação. Trazer estratégia ao que já tem alma, formando assim a dupla perfeita. E pode ter certeza: marcas fortes estão constantemente trabalhando seus posicionamentos, seja para um rebranding completo ou para pequenos ajustes capazes de grandes ganhos no todo.

 Identificação, posicionamento e comunicação de marca.O que é rebranding? Ao contrario do que muitos pensam não é só fazer mudanças na identidade visual de uma empresa, marca ou produto. Também é a elaboração de novas estratégias de marketing, revisão de público-alvo, posicionamento de mercado, entre outras ações que geram renovação na percepção da marca. O objetivo  é provocar evolução na empresa e, consequentemente, aumentar seu ciclo de vida no mercado competitivo.Ele pode redefinir toda a identidade visual da empresa ou simplesmente atualizá-la. As razões para um rebranding podem incluir uma fusão entre marcas ou representar os objetivos da empresa mudando em uma nova direção ou simplesmente a atualização de uma marca que já não se conecta com um público-alvo.

Pra criar algo novo é preciso conhecer  toda a estrutura da empresa, de modo que todos os pontos fortes e de melhoria possam ser identificados. Essas informações também permitem que seja avaliado se o posicionamento atual da marca condiz com a ideia que a organização deseja passar, se a identidade visual é melhor percebida que a da concorrência e se a marca possui algum detalhe negativo, entre outras questões importantes.

Tanaka Tatsuya

O fator mais importante é ter certeza que essa mudança é necessária. Considere quais são os motivos que estão por trás dessa decisão e prossiga com cautela. Um rebranding precisa ter um propósito deliberado, com o objetivo de comunicar uma mensagem vinculada a objetivos específicos.Quando um empreendimento vai bem, parece loucura realinhar as estratégias de branding, não é mesmo? É claro que não! Deixe de lado aquela ideia de “em time que está ganhando não se mexe”. Se a sua empresa está em constante crescimento, é necessário que a sua marca consiga acompanhar o ritmo.

Por isso, não tenha medo de pensar em rebranding. É importante, acima de tudo, que a comunicação do seu negócio esteja de acordo com o tempo em que ele está vivendo. Se o momento é de prosperidade, por que não se ajustar a ele?Fique atento sua identidade visual pode está ultrapassada. Isso acontece bastante em empresas que têm muitos anos de tradição em algum mercado específico. Entenda: realizar uma nova estratégia de branding não significa que todo esse legado será eliminado.

Por isso, é bom ficar de olho em como as tendências de design e comunicação caminham ao longo dos anos e adaptar o seu negócio a elas. Se você perceber que a sua marca está ficando para trás nesse sentido, talvez seja hora de repensar seu posicionamento de marca.A chave para qualquer Branding ou rebranding é criar uma mensagem que fale honestamente com o target. A satisfação que a marca proporciona, o que a torna diferente e se os valores da organização condizem com aquilo que os clientes enxergam dela.

E  a sua empresa, possui o mesmo planejamento e estratégias desde que começou? Você já pensou em realizar um Rebranding?

Fonte imagens: Pinterest, Pexel (autores desconhecidos)

Postar comentário