O Árabe do Pepê

Pra quem pensa que na praia só tem água de coco, mate e biscoito de polvilho, o post de hoje vai provar que é possível empreender com muita criatividade nas areias da praia também.

O verão ta chegando e nossa cabeça já ta na praia, mas como a gente gosta mesmo é de comida, nas areias não seria diferente. Entre gritos e vários vendedores ambulantes conhecemos um que surpreendeu com muita criatividade. Vendedor de esfihas há mais de 20 anos na Barra da Tijuca,  Marco Antônio Maciel é conhecido como o Árabe do Pepê e anda sempre sobre um camelo de plástico com direito a dançarina e tudo.  Tem banhista que acha que miragem.

Mas suas deliciosas esfirras não têm nada de miragem. O Árabe do Pepê,  garante ter sido o pioneiro da comida árabe na praia. Ele aprendeu a fazer os salgados observando cozinheiros e começou a vender em Copacabana. Depois de 10 anos, se estabeleceu na Praia da Barra, por onde “desfila” até hoje.

“Depois, uns 200 me imitaram. Mas quando chego, saem correndo”, gaba-se o Marcos em entrevista ao jornal O Dia

Mas ele não tem  o camelo desde sempre não, essa ideia veio quando começou quando veio uma onda de ‘árabes’ na areia, e pra se diferenciar ele encomendou a amigos da escola de samba da Mangueira seu camelo, que batizou de Cabul. De quebra ainda arrumou uma odalisca. E deu muito certo né?Pois ele é famoso, já deu entrevista até para a BBC de Londres.

Referencia O Dia

E ai o que você tem feito pra se destacar da concorrência?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: