Como o chocolate ajudou uma família de refugiados sírios a se reerguer no Canadá

Assan Hadhad é refugiado, ele viveu em Damasco por quase toda a sua vida. E lá ele mantinha um tradicional negócio da família, uma famosa fábrica de chocolates que chegou a exportar para outros países como Líbano, Iêmen e Jordânia.

Mas, em 2013 um bombardeio atingiu a fábrica, que era o sustento de sua família, e depois disso ele, sua esposa, filho, nora e netos fugiram para o Líbano, onde passaram a viver em um campo de refugiados.

Após 3 anos, eles foram convidados pelo governo do Canadá a se tornarem cidadãos canadenses, e se mudaram para a província de Nova Escócia onde, após se estabelecerem, resolveram reabrir a fábrica de chocolates da família.

A fábrica foi batizada de Peace by Chocolate, ela ainda funciona de improviso em um espaço pequeno ao lado de onde a família mora, mas diferente da pequena fábrica os chocolates tem feito um grande sucesso.

Depois que o primeiro ministro Justin Trudeau contou a história da família num evento das Nações Unidas, já é possível ver as filas se formam no local, foi preciso até suspender as vendas por um tempo, de tão grande o número de pedidos. Agora, o próximo passo da família é expandir a loja, além de contratar mais pessoas, é claro dar preferência também para os refugiadas.

E você, o que tá fazendo pra se manter de pé na crise ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: