Journeyman – Melbourne

Melbourne é uma cidade viciada em café. Existem dezenas de opções de cafés em praticamente todos os restaurantes e fazer um cafezinho de qualidade é um assunto sério por lá, quem contou pra gente foi a Food-se Hunter Sabrina Gallier, que vive há alguns meses nesse lugar inspirador.

Então uma ótima opção para conhecer a cidade é se aventurar pelas listas de melhores cafés. então vamos conhecer o Journeyman, considerado um dos melhores cafés da Chapel st, que é uma rua tipo a Spring st do Soho de NYC. Em suma: ultra cool e hyped. Com lojas bacaninhas de estilistas trendsetters, os cafés e bares são cheios de gente interessantes (e de todos os tipos).

Além das dezenas de opções de cafés no cardápio, você também pode pedir leite de soja, leite de amêndoas, entre outras substituições saudáveis. Opções orgânicas, saudáveis e de origem sustentáveis são muito comuns. “Free range chicken” ou seja, frango criado em fazendas, são comuns em muitos cardápios. Opções glúten free e vegetarianos de pratos são quase obrigatórios. Até as mais badaladas pizzarias e restaurantes italianos incluem versões diversas de pratos GF, como eles dizem por lá.
Mas o mais impressionante é o cardápio sempre inusitado e diferente. Os cafés não tem medo de criar um menu  com sabor próprio. Os chefs se arriscam em combinações inusitadas e apostam nos seus diferenciais. Como por exemplo, ovos beneditinos com carne de porco desfiada e pedaços de maçã por cima. Tudinho no pão sem glúten, óbvio. Uma ótima opção para aquele brunch despretensioso de domingo, vendo o pessoal mais cool da cidade passar pela rua.
Para finalizar, uma lista como fotos de babar, só para variar ;

Ps. o café é um capuccino com leite de amêndoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: